Muito orgulho de dizer que, pelo sexto ano seguido, atuo na produção de eventos de quadrinhos no Itaú Cultural. E, pelo terceiro ano seguido, também na curadoria compartilhada e na mediação de algumas das ações.

Começa nesta quarta, 2 de agosto, a temporada dos quadrinhos no instituto. A segunda edição da série de debates Caminhos da HQ e da feira Banca de Quadrinistas levam mais de 50 artistas ao instituto, depois de estrearem na programação da Ocupação Glauco no ano passado (aliás, o evento que homenageou o cartunista Glauco Vilas Boas foi recém indicado ao Troféu HQ Mix).caminhos-da-hq-e-banca-de-quadrinistasA Banca de Quadrinistas abre a programação à tarde. Este ano ganhou um dia extra, serão três: 2, 9 e 23 de agosto, sempre das 14h às 20h. Com entrada franca, é só chegar. Cada dia uma turma diferente: serão 15 expositores por dia (45 bancas no total), entre artistas, coletivos, selos e instituições. Parte convidada, mas a maioria selecionada a partir de uma convocatória, reunindo assim os mais diferentes estilos, mesclando gente que está começando com profissionais de mais bagagem. Todo mundo lado a lado, dividindo espaço nessa atividade que busca colocar os artistas em contato mais próximo com o leitor. A produção de HQs pode ser um exercício bastante solitário, por isso feiras assim podem ser também bastante energizantes pra quem aprecia a nona arte. A lista completa de expositores tá aqui.

Já o espaço de reflexão está na série de debates Caminhos da HQ. Serão três quartas seguidas (2,9 e 16 de agosto), sempre com dois debatedores e a minha mediação. Diferente da primeira edição, que rolou como um debate mais convencional, desta vez retomamos uma dinâmica que usamos anteriormente na série de palestras Quartas ao Cubo: as falas serão intercaladas com momentos de produção ao vivo de desenhos, num grande painel. Na noite do dia 2, falaremos sobre projetos de quadrinhos, com com José Aguiar (A Infância do Brasil) e Mariana Cagnin (Black Silence). Dia 9, sobre os lugares do sagrado nas HQs, com Alex Mir (Orixás – do Orum ao Ayê) e Laudo Ferreira (Yeshuah). E dia 16 sobre mangá brasileiro, com Marcelo Cassaro e Petra Leão, uma dupla que tem no currículo trabalhos pra dois grandes sucessos na área: Turma da Mônica Jovem e Holy Avenger. Mais informações aqui.

mariana-cagnin-e-jose-aguiar-caminhos-da-hq-e-banca-de-quadrinistas

Outra novidade este ano é que teremos uma cobertura especial em quadrinhos dos eventos, produzida ao longo das ações pelo Alexandre de Maio (debatedor do evento de 2016) para posterior publicação no site do instituto.

Aproveitando a deixa, lançamos dois vídeos produzidos com alguns dos convidados da edição passada.

Vejam também outras ações que produzi nos últimos anos:

Quartas ao Cubo – com Lourenço Mutarelli, Fábio Moon, Gabriel Bá, Luís Felipe Garrocho e André Diniz

Ocupação Angeli (incluindo a gravação de entrevistas ao vivo com Angeli, Laerte, Luiz Gê, André Dahmer, Fábio Moon e Gabriel Bá)

Ocupação Laerte

Ocupação Glauco (com a 1ª edição de Caminhos da HQ e Banca de Quadrinistas)

AuTORES EM CENA – dia de HQ com espetáculos de Laerte e Rafael Coutinho e Lourenço Mutarelli, DW Ribatski e Manu Maltez

2ª Batalha de Quadrinhos – com Fábio Coala, Gus Morais e Leandro Robles

2ª Caminhos da HQ e Banca de Quadrinistas: agosto é o mês dos quadrinhos no Itaú Cultural
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *